COMPARTILHE:

Negritude

O fenômeno do escravagismo é uma mancha asquerosa que enodoa a História, mas é um erro acreditar que ela ocorreu por conta dos escravos negros africanos.

A escravidão vem de antes de Cristo: romanos escravizavam quem não era romano, credores suprimiam as liberdades dos devedores e os vencedores tornavam cativos os perdedores sobreviventes de guerras tribais. Só com as teorias eugênicas e raciais do Século XIX, abonadas pela Igreja Católica, surgiu a crença estúpida na inferioridade racial negra, o que permitiu por algum tempo a manutenção do comércio de africanos escravizados.

Aliás, eles eram tomados escravos entre si, ainda na África. Negros vendiam negros aos traficantes de escravos que os traziam já cativos para trabalhar na recém-descoberta América. A conversinha de que europeus caçavam a laço os negros em seu continente de origem seria impossível na prática, dadas as grandes nações guerreiras que então já habitavam a África.

O primeiro homem com certeza era negro e sobre isso antropólogos e arqueólogos concordam unanimemente. Os egípcios antigos eram negros e a figura de sua lendária rainha Cleópatra somente ganhou tonalidade branca no cinema hollywoodiano. Foram os egípcios que conquistaram os judeus e os submeteram à escravidão por mais de quinhentos anos, a se confiar nos relatos bíblicos e nas reconstituições históricas.

Portanto, apelar para dívidas históricas provenientes do racista comércio negreiro é de uma imprecisão lógica e histórica que beira as raias do absurdo, como também é uma tolice defender cotas para negros em universidades e concursos públicos, principalmente em um país em que todos somos, em maior ou menor grau, mestiços.

COMPARTILHE:

Breves dicas de português

Onde ou Aonde? Muita gente boa confunde “onde” com “aonde”. Na imprensa e em livros, sites badalados e jornalistas sérios e famosos cometem esse equívoco. Onde exprimirá sempre lugar físico, Aonde a movimento ou ao local em que se quer chegar: Exemplos: Onde fica o restaurante? Aonde buscar a solução para a crise financeira? Falsos […]

Ensino Filosófico

Por décadas os estudantes brasileiros foram enganados com placebos ideológicos ministrados em cursos de Filosofia, Ciências Políticas e Sociologia nas grandes universidades brasileiras, de tal sorte que não formamos filósofos ou sociólogos, mas militantes e sindicalistas. Nada contra esses caras, mas não precisam de bacharelado pra essa atividade e, se acaso necessária, seu estudo acadêmico […]

CRIMINOSOS DE ESTIMAÇÃO

O italiano Cesare Battisti matou quatro em nome de sua causa comunista e foi condenado em um processo limpo. Refugiou-se no Brasil, único país do mundo que teimou em considera-lo um perseguido político, ao invés do terrorista que sempre foi. É claro que por aqui muita gente também considera Lula um preso político. Essa politização […]

Novos Neologismos

As novas palavras e termos inventados e que são incorporados à nossa língua não param de surgir na era da internet e do mundo virtual, encampando a linguagem da computação e o inglês tecnológico. A isso se dá o nome de “neologismo”, que avulta. Não estou falando de expressões já arcaicas como videogame, vídeo, cassete, […]



O que é a escrita criativa e como ela pode te ajudar

Você sabia que não é preciso ser um Machado de Assis para escrever de maneira cativante e envolvente? O que é a escrita criativa? A escrita criativa é uma forma de escrever deixando-se de lado toda aquela linguagem rebuscada — à lá juridiquês — para abraçar com carinho a coesão, a simplicidade e a emoção. […]

[COLUNA] De fato, o que é o nazismo?

Nazismo de Direita Para a esquerda, todo regime político brutal e sanguinário é de direita. Portanto, nada mais natural que apontem Hitler e o nazismo como exemplos de conservadorismo direitista. No entanto, a coluna (e o blog) são obrigados a analisar a matéria à luz da Ciência – esta a razão de ser dessas linhas. […]

O STF e a Homofobia

Quando um determinado grupo de pessoas defende sua proteção específica, apartada dos demais cidadãos, criam-se diferenças e abismos sociais até então inexistentes. Talvez isso seja o correto: já que é impossível conviver, viver junto, vamos criar barreiras ideológicas imaginárias e intransponíveis. Pelo menos ninguém se fere. Tenho, contudo, um defeito imenso: sou doentiamente otimista com […]

Negritude

O fenômeno do escravagismo é uma mancha asquerosa que enodoa a História, mas é um erro acreditar que ela ocorreu por conta dos escravos negros africanos. A escravidão vem de antes de Cristo: romanos escravizavam quem não era romano, credores suprimiam as liberdades dos devedores e os vencedores tornavam cativos os perdedores sobreviventes de guerras […]

Ir para o Topo