COMPARTILHE:

Despesas de Carnaval

É um lugar comum afirmar que o feriado de Carnaval é ainda hoje a principal receita e fonte de dinheiro do turismo em locais como Salvador, Olinda, Ouro Preto e, principalmente, o Rio de Janeiro. Não estou discutindo o dinheiro “que entra”. Só acho que alguns números do dinheiro “que sai” não são contabilizados – e aí reside um grave problema econômico.

Alguns governantes conscientes, é fato, levam em conta sim, os números do prejuízo, e suspendem seu apoio a eventos “momescos” em época de vacas magras como a atual. E as indagações que fazem todos deveríamos fazer.

Por exemplo, alguém já levou em conta as despesas com horas extras e plantões de policiais, garis, bombeiros, paramédicos, que trabalham nos bastidores para proteger e acudir aos foliões? E as despesas com prisões, inquéritos, intervenções hospitalares de emergência pro pessoal que exagera na dose durante os festejos, literalmente, com drogas lícitas e ilícitas – alguém levou isso em conta?

Ah! Importante: estradas lotadas, acidentes, feridos e mortos, seguros e indenizações – colocaram isso na balança? Então, será que o Carnaval Brasileiro prossegue sendo um negócio da China?

COMPARTILHE:

Breves dicas de português

Onde ou Aonde? Muita gente boa confunde “onde” com “aonde”. Na imprensa e em livros, sites badalados e jornalistas sérios e famosos cometem esse equívoco. Onde exprimirá sempre lugar físico, Aonde a movimento ou ao local em que se quer chegar: Exemplos: Onde fica o restaurante? Aonde buscar a solução para a crise financeira? Falsos […]

Ensino Filosófico

Por décadas os estudantes brasileiros foram enganados com placebos ideológicos ministrados em cursos de Filosofia, Ciências Políticas e Sociologia nas grandes universidades brasileiras, de tal sorte que não formamos filósofos ou sociólogos, mas militantes e sindicalistas. Nada contra esses caras, mas não precisam de bacharelado pra essa atividade e, se acaso necessária, seu estudo acadêmico […]

CRIMINOSOS DE ESTIMAÇÃO

O italiano Cesare Battisti matou quatro em nome de sua causa comunista e foi condenado em um processo limpo. Refugiou-se no Brasil, único país do mundo que teimou em considera-lo um perseguido político, ao invés do terrorista que sempre foi. É claro que por aqui muita gente também considera Lula um preso político. Essa politização […]

Novos Neologismos

As novas palavras e termos inventados e que são incorporados à nossa língua não param de surgir na era da internet e do mundo virtual, encampando a linguagem da computação e o inglês tecnológico. A isso se dá o nome de “neologismo”, que avulta. Não estou falando de expressões já arcaicas como videogame, vídeo, cassete, […]



O que é a escrita criativa e como ela pode te ajudar

Você sabia que não é preciso ser um Machado de Assis para escrever de maneira cativante e envolvente? O que é a escrita criativa? A escrita criativa é uma forma de escrever deixando-se de lado toda aquela linguagem rebuscada — à lá juridiquês — para abraçar com carinho a coesão, a simplicidade e a emoção. […]

[COLUNA] De fato, o que é o nazismo?

Nazismo de Direita Para a esquerda, todo regime político brutal e sanguinário é de direita. Portanto, nada mais natural que apontem Hitler e o nazismo como exemplos de conservadorismo direitista. No entanto, a coluna (e o blog) são obrigados a analisar a matéria à luz da Ciência – esta a razão de ser dessas linhas. […]

O STF e a Homofobia

Quando um determinado grupo de pessoas defende sua proteção específica, apartada dos demais cidadãos, criam-se diferenças e abismos sociais até então inexistentes. Talvez isso seja o correto: já que é impossível conviver, viver junto, vamos criar barreiras ideológicas imaginárias e intransponíveis. Pelo menos ninguém se fere. Tenho, contudo, um defeito imenso: sou doentiamente otimista com […]

Negritude

O fenômeno do escravagismo é uma mancha asquerosa que enodoa a História, mas é um erro acreditar que ela ocorreu por conta dos escravos negros africanos. A escravidão vem de antes de Cristo: romanos escravizavam quem não era romano, credores suprimiam as liberdades dos devedores e os vencedores tornavam cativos os perdedores sobreviventes de guerras […]

Ir para o Topo